terça-feira, 12 de agosto de 2008

A Caverna

Suponhamos que exista uma caverna escura, ao fundo desta caverna um banquinho de madeira, uma mesa, um jarro de água, um pão dormido e uma lamparina com uma luiz muito fraca. Você está sentado neste banquinho. Esta caverna tem aproximadamente 10 metros de comprimento por 5 metros de largura, na parte da frente grades muito resistentes, em algum lugar da caverna há a chave principal, também uma marreta e há também um rádio comunicador.
Identifique os objetos citados e faça uma dissertação sobre o aprisionamento da sociedade e de como ela pode sair da caverna?

Sociedade Secular
A Caverna
Podemos analisar a caverna como:

O mundo em que vivemos.

A sociedade vive num mundo que está dividido por etnias, raças, cor, credos, religiões e línguas. Este mundo vive em sociedade e estas sociedades têm em seu padrão um código de ética ou leis para regerem a sociedade que determinar o seu modo de viver, andar, falar e agir. Portanto, esta caverna pode ser alguma sociedade distribuída neste universo acima citado e criando dogmas ou crenças que os impedem de ver ou sair além daquele perímetro demarcado, ou aquela visão aceita por esta sociedade.

O mundo que fazemos.

Vivemos dentro de uma sociedade e, às vezes, criamos um outro círculo de vida. Sozinhos, acompanhados, em grupo menor, são formas de viver que aprendemos ou incluímos no nosso viver por uma variedade de motivos. Depressão, Medo, Arrogância, Inveja, etc, são motivos que nos levam a criar fantasias ou nos retraem a uma vida separada, uma vida totalmente diferenciada da sociedade e nula, sendo assim, nos separamos do mundo achando que assim teremos a solução para o nosso problema, ou fugindo dos problemas que nos assolam a todo o tempo. Para não pecar contra Deus (transgressão da Lei de Deus), não precisamos sair deste mundo, desta sociedade ou do bairro que você mora e isolar-se num local, caverna, ou viver de forma que todo o mundo desaprova, até Deus, precisamos sim, viver neste mundo, e aprender-mos a conviver com este mundo de forma que não desagrade a Deus e encarar-mos os problemas de frente, pois se não encarar-mos os problemas, e desviar-mos dele, você terá que viver desviando-se dos problemas ou então exilar-se em algum local para não enfrentar problemas, contudo criará outro problema, A SOLIDÃO!

Vimos então que tanto a sociedade ou você ao criar uma caverna, estamos fugindo de um problema e entrando em outro, logo temos que resolver os problemas, enfrentá-los sem medo e sempre pedindo que Deus coordene os nossos passos, pensamentos, em suma, nossa vida, e esteje no comando.

A escuridão
Abordados os dois tópicos acima, sabemos que tanto na sociedade como na nossa vida temos momentos de desespero, pavor e contendas internas e externas que nos levam a isolar-mos desta sociedade ou convivência trazendo-nos uma ESCURIDÃO, pois não sabemos para onde ir, então tudo parece escuro, um breu em nossa vida. Na escuridão, não se consegue ver o que há na frente, contudo não podem vê-lo, e esta é a verdadeira vontade de quem tem problemas, ficar só, acuado, filosofando consigo mesmo, Deus criou-me para sofrer, ou para viver sofrendo; Será que fui amaldiçoado por Deus; Tantas pessoas piores do que eu e Deus foi fazer logo isto comigo; Não roubo, não mato, não... não... não..., e por que eu?

Um verdadeiro bombardeio faz a si mesmo nesta escuridão, tentando encontrar uma saída. Daí a escuridão e a solidão para achar esta solução.

Tanto a sociedade como o ser humano, tem esta visão de isolar-se e no primeiro problema ir para a sua caverna e na escuridão procurar a SOLUÇÃO.

O Banquinho
Muita das vezes a sociedade ou o ser humano (você) está estagnado no tempo, por não concordar com algo, ou estar em crise consigo mesmo, pois a todo o momento filosofamos, e discordamos das filosofias existentes em nosso meio, e ao discordar-mos precisamos de um lugar para meditar-mos ou até isolar-mos, como alguns pensam.

Neste isolamento, ou vida que vivemos, paramos em determinados locais que nos incomodam no início, contudo depois acostumamos com o local, podemos analisar da seguinte forma: “Um homem, que não está acostumado a capinar, começa a capinar o seu terreno para preparar o local,e no final do dia a sua mão está cheia de calos e dolorida, pois não está acostumada aquele tipo de trabalho, trabalhando vários dias, esses calos ficam endurecidos e você passa a acostumar com as mãos calejadas. Nos acostumamos com o estilo de vida, aceitamos e resolvemos não mudar, nos ACOSTUMAMOS.

Também deixamos para depois as mudanças por medo ou incerteza. Não sabemos o que pode acontecer, não temos o controle da situação, PROCRASTINAMOS.

A Mesa
Um local onde o ser humano ou a sociedade se diverte, come, bebe e dorme. Somos tentados a ficar em algum local que nós consideramos seguro, que não haja risco para nós ou para sociedade.

O Jarro de Água
A fonte de seu alimento, tanto para o ser humano como para sociedade. Um local refrescante que sacia a sua sede. Na vida temos lugares que saciamos nossa sede, contudo sempre falta-nos alguma coisa, e acostumados com o nosso viver, tememos e não mudamos de vida.

O Pão
Alimento, para o ser humano e para sociedade. O pão significa comida ou alimento. O nosso alimento também pode ser o prazer que o homem necessita lazer, comida, festa, sexo. Sempre existe algo em nossa vida que nos preenche mais, e este algo às vezes nos prende a um determinado local, deixando-nos inertes e posteriormente, não gostando do que foi executado, exilando-se para refletir, e achar a sua resposta.

A Lamparina
Em todo o momento de nossa vida precisamos de luz. Luz para não cair, luz para andar, luz para trabalhar, luz para..., precisamos de luz em todo o momento de nossa vida, mesmo que seja uma luz fraca.

Para nossa vida ou sociedade é preciso de uma luz (idéia) para continuarmos a caminhada com rumo direcionado, às vezes não sabemos o que fazer, mediante as circunstâncias da vida e paramos, analisamos e ficamos esperando uma luz, para agirmos.

A Grade
Em certos locais de nossa vida ou da sociedade, existem algo que nos prendem ou nos cercam, podemos chamar de GRADES. As grades não são ultrapassadas por nossa culpa, as vezes nem existem, fazem parte de nossa imaginação, pois em nosso subconsciente existem barreiras ou grades intransponíveis, que depende de nós mesmos ultrapassá-las, achamos que não podemos fazer, achamos que já perdemos, achamos que não há solução, achamos, achamos, achamos. Grades que nos impedem de crescer, ir adiante, seguir o rumo da vida ou da história.

A Chave
A chave ou a solução para o problema da sociedade ou do ser humano está, as vezes, ao nosso lado, contudo em nosso desespero ou em nosso momento de crise, não a vemos ou não procuramos a saída, desesperados com tudo o que está acontecendo ou aconteceu a nossa volta. Deixamos o pessimismo tomar conta de nós e nos entregamos a amargura e a solidão, sendo presas fácil para uma vida desmotivada e sem controle, sem rumo. Então, não procuramos a saída, a solução ou a chave, quantos de nós temos a CHAVE perto de nós e não movemos um dedo, pelo medo ou pelo desespero que nos cerca.

A Marreta
Uma ferramenta que serve para quebrar algo. Precisamos de instrumentos diversos em nossa vida para poder sair de algumas situações, uma MARRETA serve para libertar-nos de algo que nos prende, mais uma ferramenta para a liberdade, e se não soubermos usá-la, ou se não quiser-mos usá-la? Ficaremos presos, inertes.

O Rádio comunicador
Serve para comunicar-se com algo ou alguém. Em nossa vida podemos transferir este pensamento para uma televisão, um computador, um celular, algo que nos faça comunicarmos com algo ou alguém. Desta forma, mesmo presos ou inconformados com o mundo e a sociedade em que vivemos, mesmo nos enclausurando, podemos saber o que se passa em nosso meio sem contaminarmos ou sem ter contato com quem não queremos.

Ficar isolado nem sempre significa ficar sem comunicação, isolome do mundo, contudo posso confiar em alguém que me passe as informações necessárias para eu saber o que está acontecendo ou eu agir na hora certa.

Com os meios de comunicação podemos também só receber informação e não contactarmos com ninguém, somente isolado e informado do que acontece ao nosso redor ou no mundo.
Sociedde Cristã
A Caverna
Podemos analisar a caverna como:
O mundo em que vivemos.
A comunidade Religiosa está dividida em diversos dogmas e grupos religiosos, são eles os Batistas, Presbiterianos, Metodistas, Assembléicos, Luteranos, Judaicos, e muitos outros, cada um criando o seu mundo ou CAVERNA, e as vezes isolando-se do mundo, para melhor doutrinamento de seus membros, e dificultando a convivência de seus membros no mundo.

São grupos religiosos que ao criar esta CAVERNA, esquecem-se do IDE de JESUS, em Mt 28:19-20. e vivem como os escribas, fariseus e saduceus, melhorando o seu conhecimento nas escrituras, nas suas atitudes, na sua doutrina e criam até linguajar diferenciado para contactarem-se, anulando-se do mundo externo. Uma verdadeira CAVERNA cheia de adeptos convictos da ortodoxia.

O mundo que fazemos
Dentro destas comunidades religiosas (Igrejas), existem seus ministérios ou uniões que se subdividem, que escolhemos ou que fazemos para compartilhar, e alguns destes ministérios, se não forem bem trabalhados e bem direcionados, são CAVERNAS cheias de dúvidas, incertezas e acima de tudo de imcompreensão. Nestas cavernas as pessoas sentem um verdadeiro vazio, mesmo tendo o ESPÍRITO SANTO habitando em sua vida, pois esquecemos de olhar para o nosso irmão, amar o nosso irmão e pensamos em nós, nossas necessidades, nossos interesses, verdadeiras CAVERNAS CARNAIS. Passamos a ser EGOCÊNTRICO onde deveríamos ser CRISTOCÊNTRICO. Estamos na caverna porque queremos!

A escuridão
Dentro da Religião (igreja) há pessoas que a todo momento passam por crises (desertos) e neste momento parece que tudo está escuro, negro, sem vida, e sentimo-nos sós, perdidos, sem alguém para ajudar-nos, ou então nos fechamos de uma tal forma que ninguém pode nos tocar, nos falar, nem pensar em tomar alguma atitude para nos ajudar, pois criamos uma CAVERNA e nela vivemos nesta ESCURIDÃO, certos de que acharemos a solução. Achamos que temos um grande problema e que DEUS não está nos ouvindo, nos achamos no fundo do poço. Esquecemos que temos um grande DEUS que é maior do que todos os problemas que possamos ter ou possa existir. Estamos na escuridão porque queremos.

O Banquinho
Em algumas situações de nossas vidas paramos, sentamos ou “empacamos”. Ficamos inertes em relação a algumas atitudes, neste BANQUINHO paramos, analisamos, gritmos, choramos, sorrimos, fazemos ele de nosso mundo, UM MUNDO INTOCÁVEL, que somente ele sabe o acesso.

As vezes, estamos em um banquinho incômodo, pois a situação que estamos passando é incômoda, contudo não abrimos espaço para ninguém, achamos que ninguém pode ajudar e ninguém sabe como te ajudar, esquecemos até de DEUS. Ficamos sentados no banquinho.

A Mesa
Nesta mesa choramos, rabiscamos, escrevemos, rasgamos rascunhos e fazemos verdadeiros diários de nossa existência, de nossa vida.e viramos verdadeiros filósofos, pois procuramos entender a nossa existência, o porque do acontecimento em nossa vida, se somos marcados por Deus para sofrer, e esquecemos da MESA de amigos que podem nos ajudar nestes momentos complicados, esquecemos de convidar O VERDADEIRO AMIGO para sentar em nossa MESA, CRISTO. Ele entende, compreende, conversa e nos aconselha para o melhor, pois ELE NOS AMA. Estamos sós nesta mesa.

O Jarro de Água e o Pão
A ÁGUA e o PÃO é um alimento crucial para nossa vida, e a PALAVRA DE DEUS é a nossa ÁUGA E PÃO ESPIRITUAL, pois necessitamos deles para o nosso crescimento espiritual, e muitas das vezes eles estão ao nosso lado, espostos em uma cabeceira, uma escrivaninha, uma mesa de escritório, em algum lugar, contudo não a bebemos, passamos a ficar com a boca seca e o estômago gritando por falta destes alimentos, não bebendo desta água e não comendo deste pão, estamos nos desnutrindo espiritualmente.

Muitos de nós passamos problemas na vida por não nos alimentarmos corretamente, frutas legumes e frutas, e outros nutrientes, na vida espiritual é da mesma forma, se não nos alimentarmos de ÁGUA E PÃO (leitura da Biblia e oração) não cresceremos espiritualmente e seremos presa fácil, pois teremos fome e não saberemos saciar esta fome, teremos sede e não saberemos saciar esta sede.

Estamos com a água e o pão na mesa e não sabemos nos alimentar.

A Lamparina
Quantas vezes procuramos uma luz para resolver nossos problemas financeiros, emocionais, religiosos, familiares, etc. é esquecemos que temos a resposta, A BÍBLIA, pois a bíblia é a LAMPARINA, a luz para as nossas respostas.

Existem muitas pessoas que dizem que a Bíblia não tem todas as respostas para nossos problemas, esquecem de ler a Bíblia em oração e pedindo que o Espírito Santo os ilumine a luz da palavra de Deus, pois temos relatos parecidos com o nosso dia a dia na Bíblia, Adultério, Estupro, Assassinato, Roubo, Fornicação, Divórcio, Casamento, Amor, Fidelidade, Santidade, Prostituição, Idolatria e muitos outros.

Uma LAMPARINA a nossa disposição, uma luz a nossa disposição, e porque não usamos? Será que não a conhecemos? Será que não a vimos? Ou achamos que não resolve todos os problemas?

A luz está a todo o momento em nós, pois guardo a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti, posso dizer parafraseando que guardo a tua luz no meu coração para não pecar contra ti.

A Grade
Esta GRADE são barreiras que nos enfrentamos ou colocamos para nos defender de determinadas situações. Situações constrangedoras ou pecaminosas, situações que nos envergonhariam ou nos puniriam.

Também podemos chamar de GRADE ou PRISÕES os momentos que nos fechamos por ahcar que seja muito complexo o momento que estamos passando e queremos ficar sós, enclausurados em nosso mundo, em nossa CAVERNA, nosso BANQUINHO, nossa MESA.

Criamos nossa grade porque queremos.

A Chave
A CHAVE para nossos problemas tanto espirituais como materiais é: “CRISTO”.

Temos a chave ao nosso lado para todas as saídas, contudo não usamos, achamos que resolveremos todos os nossos problemas, nos trancando, nos escondendo ou ficando só. O grande problema de nossa vida é acharmos que podemos tudo sozinho, contudo quando nos vemos desesperados, numa escuridão, sem uma luz, aí usamos a CHAVE que está ao nosso lado.

A Marreta
Serve para quebrar ou abrir caminho, porém quando não usamos a marreta ou não sabemos usá-la é um instrumento inútil, parece que, às vezes, colocamos a marreta como um enfeite de móvel, como quadro, pendurado na parede e não na sua verdadeira utilidade.

Para nossa vida espiritual, se temos uma Bíblia e não sabemos manuseá-la, ou nem a conhecemos, de que adiantará?

Na Bíblia contém códigos de éticas, decálogo e fruto do Espírito, que são irrepreenssíveis pelo homem, pois nos mostram uma conduta séria, e de acordo com um bom viver na sociedade e perante DEUS, contudo se não usamos, meditamos, compreendemos o que ela diz, de nada nos servirá.

Para quebrar os grilhões que nos cercam, precisamos da MARRETA para sermos libertos. Não estamo usando a marreta corrdetamente.

O Rádio comunicador
Algo que nos faz comunicar com alguém ou com algo. Quando fazemos ao nosso redor uma barreira intransponível, criamos um mundo só nosso, precisamos nos comunicar com algo ou alguém de alguma forma, usamos várias formas de comunicação existente hoje, O rádio, a televisão, a internet, o celular, o fax, e muitos outros, contudo, precisamos nos comunicar com alguém.

Ao criarmos o nosso mundo, estamos sós, se não convidarmos ninguém para viver nele, e isto normalmente acontece quando estamos com problemas, parece que ninguém nos entende, ninguém pode ou quer nos ajudar, todos estão contra mim, todos me criticam, e assim continuamos a pensar e fechamo-nos mais ainda nesse nosso mundo ou CAVERNA, na ESCURIDÃO, sentado num BANQUINHO, tendo somente a nossa MESA para nos consolar com um pedaço de PÃO e um JARRO DE ÁGUA para saciar a fome e a sece, que não são suficientes, com uma LAMPARINA que não consegue iluminar o nosso caminho, cercados por uma GRADE da incompreensão e desamor próprio, tendo uma CHAVE e uma MARRETA que não são usadas de acordo com a função exata e apenas usando um RÁDIO COMUNICADOR, para tentar saber o que acontece lá fora, o que acontece com as pessoas, perguntando, através do meio de comunicação, o que acham, o que poderia ser feito se fossem eles que estivessem passando por esta situação ou problema, pergunta, pergunta, pergunta, mas esquece de questionar a pessoa certa, ‘DEUS’. Ele nos ouve, atende as nossas preces, contudo num tempo determinado por Ele e não por nós, aí é que nós não entendemos ou queremos agir por conta própria e entramos em desatino, parafuso, achando que até DEUS esqueceu de nós, não nos vê. ERRADO, DEUS está a todo o momento nos vendo, nos ouvindo, nos abençoando, Ele conhece, sonda o nosso coração e a sua medida nos atende.

Somos, por natureza, insatisfeitos com o que temos com o que queremos, sempre queremos mais, precisamos de mais, e não nos conformamos com o que nos é dado, sempre é pouco, chegamos até a falar ou reclamar, só isso!!! Coitado de nós se DEUS se irritasse com nossas atitudes, fosse sensível como nós somos, seríamos julgados no ato e condenados a morte.

Precisamos entender que o ESPÍRITO SANTO está aqui, habitando em nós, para nos consolar de todo o mal, amargura que há em nosso ser. Não precisamos nos exilar e criarmos uma CAVERNA para tentarmos resolver os nossos problemas, temos CRISTO nos ajudar, Ele é a chave, a marreta, A SOLUÇÃO PARA NOSSA VIDA.

Nenhum comentário:

União de Casados PIBA

Um departamento de casados que nasceu no coração de Deus, e teve seu início no dia 07/09/2004, e com 6 casais apenas deu-se o início a esta organização chamada UNIÃO DE CASADOS.

Tendo o objetivo de direcionar e orientar, dinamizar e promover a integração entre os casais da PIBA através de estudos doutrinários sobe a perfeita forma de viver uma vida conjugal com Amor, Respeito Mútuo, Elogios, Reverência e Gratidão aos pés do Senhor.

Realizando estudos, orações, lazer entre os casais participantes e fazendo da família um grande instrumento de evangelização segundo o seu viver de acordo com a vontade de Deus.

Ore! Divulgue! Participe!

obs: conheça nosso blog http://uniaodecasados.blogspot.com
/

Disk Emoções Telemensagem 2665-8933 e 2661-6775

  • Aniversários
  • Cd's Personalisados
  • Cestas de Café da Manhã e da Tarde
  • Cestas de Chocolate
  • Cestas de vários tipos e ocasiões
  • Conquistas
  • Datas Comemorativas
  • Desculpas e Perdão
  • Despedidas
  • Evangélicas
  • Formaturas
  • Otimismo
  • Românticas
  • Vitórias

Lucimar Seguros de Auto Tel: 22 2664-2045 e 9853-1587

  • Agf
  • Bradesco
  • Indiana
  • Sulamérica

Floricultura Marco Decorações 2665-2480 e 92339740

  • Arranjos
  • Bouquet
  • Bouquet de 15 anos
  • Bouquet de Dama
  • Bouquet de Noiva
  • Corbélia
  • Coroa de Flores
  • Ornamentação Data Especial
  • Ornamentação para Aniversários
  • Ornamentação para Casamento
  • Ornamentação para qualquer momento

Vídeos Preferidos

Loading...

Previsão do Tempo